terça-feira, 27 de novembro de 2018

SEMINÁRIO SANGUE NOS UMBRAIS - Pr. Oswaldo Lobo




PROGRAMAÇÃO

DIA 25.01.19 - SEXTA

1ª Palestra - 19h
BATALHA ESPIRITUAL 
Objetivo, aplicações e cuidados

2ª Palestra - 20h30min
O PODER DO SANGUE NOS UMBRAIS
Transformando escravos em guerreiros


DIA 26.01.19 - SÁBADO

3ª Palestra - 9h
HERANÇAS E MALDIÇÕES Enfrentando Distúrbios Espirituais
(com intervalo de 30 min)

4ª Palestra - 10h40min
Autoridade Espiritual
A Chave da Vida Vitoriosa

5ª e 6ª Palestras - 14h
SONDAGEM ESPIRITUAL, LIDANDO COM CATIVEIROS SATÂNICOS (Parte 1 e 2 com intervalo de 30 min)
Detectando razões da penetração dos espíritos imundos

7ª Palestra - 17hs
SEXUALIDADE E ESPIRITUALIDADE
Cuidando de desvios de natureza sensual



quinta-feira, 15 de março de 2018

8º Seminário de Batalha Espiritual - 2018


FAÇA SUA INSCRIÇÃO!
Você pode realizar o pagamento por cartão de crédito no botão "PAG SEGURO" a direita dessa postagem e nos enviar seus dados juntamente com o comprovante de pagamento para o email:
rodrigo.brasilproducoes@gmail.com.br

Nome:
CPF:
Endereço:
Telefone:
Igreja:


Após recebermos essas informações e confirmarmos o pagamento encaminharemos um email efetivaremos sua participação.

Aguardamos você!!!

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

7º Seminário de Batalha Espiritual - ABRIL 2017


FAÇA SUA INSCRIÇÃO!

Você pode realizar o pagamento por cartão de crédito no botão "PAG SEGURO" a direita dessa postagem e nos enviar seus dados juntamente com o comprovante de pagamento para o email:

rodrigo.brasilproducoes.com.br

Nome:
CPF:
Endereço:
Telefone:
Igreja:


Após recebermos essas informações e confirmarmos o pagamento encaminharemos um email efetivaremos sua participação.

Aguardamos você!!!




quarta-feira, 12 de agosto de 2015

ESTADO ISLÂMICO SEQUESTRA DEZENAS DE CRISTÃOS NO OESTE DA SÍRIA


Dezenas de cristãos foram sequestrados, no último dia 7, por combatentes do Estado Islâmico (EI) na cidade de Al Quaryatayn, oeste da Síria, confirmaram fontes locais à organização Portas Abertas.

Na cidade de Palmira, onde no deserto sírio, cerca de 230 pessoas são mantidas em cativeiro, entre elas, mulheres, crianças e idosos.

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), em seus últimos relatórios, mostra que o número de pessoas sequestradas tem aumentado mensalmente e, por conta disso, moradores estão deixando suas casas e procurando abrigo em regiões mais seguras. O relatório afirma que os crimes cometidos pelos militantes do EI são de extrema brutalidade.

O OSDH diz que os cristãos são os alvos principais do grupo terrorista. Mais de 2.600 pessoas foram executadas pelo Estado Islâmico desde o seu levante, em junho de 2014.

O que é o Estado Islâmico?

O Estado Islâmico é um grupo radical terrorista sunita islâmico. Ele é guiado pelo ódio aos xiitas (uma parte do islã), às minorias (cristãs, mulheres e homossexuais), aos Estados Unidos e, em menor grau, à cultura ocidental. Ele surgiu após um racha existente entre os xiitas e os sunitas no Iraque e na guerra civil da Síria, em 2011. O principal objetivo do grupo é impor uma versão ultraconservadora do islamismo, com forte influência da sharia – as leis do islamismo.
 Fonte: Portas Abertas

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

TURCOMENISTÃO - ONDE SEGUIR A CRISTO PODE CUSTAR O EMPREGO E A VIDA

No Turcomenistão a elite governante faz de tudo para permanecer no poder, e a minoria cristã está em constante pressão.



Os governantes do país querem extinguir todos os grupos considerados perigosos, entre eles, os cristãos. A atividade religiosa não registrada é ilegal e igrejas não registradas são delatadas por informantes e enfrentam ameaças, prisões e multas. O islã faz parte da cultura turcomena, e os ex-muçulmanos convertidos são pressionados para voltar ao islamismo.

Os líderes de igreja são os que enfrentam maior perseguição por parte do governo e das famílias de ex-muçulmanos convertidos.

Faizullah* é membro de uma igreja local em uma das cidades do Turquemenistão. Durante o mês de julho, ele foi chamado várias vezes para visitar a delegacia de polícia, onde foi interrogado a respeito de sua fé e atividades religiosas em sua casa.

De acordo com a fonte interna no país, na semana passada, Faizullah foi condenado a pagar multa (de aproximadamente US$ 300) por sua ‘suposta’ atividade religiosa ilegal. Por favor, orem para Faizullah e sua família em particular, e pela igreja no Turquemenistão, em geral, como a situação se agravou para a igreja cristã durante o último mês.

* Nome alterado por motivos de segurança. 

Fonte: Portas Abertas Internacional

segunda-feira, 29 de junho de 2015

ASIA BIBI, PRESA HÁ CINCO ANOS, CONTA COM NOSSAS ORAÇÕES


Aasiya Noreen, mais conhecida como Asia Bibi, foi a primeira mulher cristã sentenciada a morte pela lei de blasfêmia no Paquistão. Ela foi presa em 2009 e sentenciada a receber a pena de morte em 2010. Em outubro, seu último apelo foi rejeitado pelo Supremo Tribunal de Lahore.

Asia foi acusada de fazer comentários depreciativos sobre o profeta Maomé durante uma discussão com uma mulher muçulmana. Enquanto as duas estavam trabalhando juntas, a mulher muçulmana havia recusado a água dela, alegando que por ser de uma cristã, era suja e proibida religiosamente para os muçulmanos. Asia foi convidada a se converter ao islã, a fim de ser purificada. Sua resposta negativa ao convite foi considerada como um insulto ao islã, e assim ela foi acusada por cometer blasfêmia.

Seu advogado disse que a natureza da disputa teve origem no sistema de castas hindus (onde a maioria dos cristãos paquistaneses são considerados "intocáveis"), em vez de um conflito entre religiões. No entanto, Asia foi condenada à morte e permanece na prisão até hoje.

Recentemente, foi relatado que ela tinha sido levada às pressas da prisão para o hospital. Embora a natureza de sua doença não foi divulgada, ela já está presa novamente. Contatos da Portas Abertas no local informaram que a saúde dela é estável, mas ela continua frágil.

#VamosOrar
Ore para que Deus trabalhe no coração dos governantes do Paquistão, que a verdadeira justiça prevaleça e que a Asia Bibi possa ser, finalmente, libertada!

Fonte: Portas Abertas Internacional

quinta-feira, 25 de junho de 2015

ESTADO ISLÂMICO NA LÍBIA SEQUESTROU 86 CRISTÃOS


Passando da 12ª posição (2014) para a 8ª na Classificação da Perseguição Religiosa 2015, 
a situação dos cristãos na Eritreia é preocupante. Ore por essa nação.


O drama dos cristãos eritreus continua. De acordo com o jornal britânico The Telegraph, 86 eritreus foram sequestrados por membros do Estado Islâmico no início de junho. O relatório aponta que os militantes emboscaram uma caravana de tráfico humano. Com o controle dela, a primeira coisa que fizeram foi separar cristãos e muçulmanos. Para aqueles que afirmaram ser muçulmanos, foram feitas uma série de perguntas para terem a certeza de que não estavam fingindo.

Ashagrie, analista de perseguição da Portas Abertas, comentou: “A situação geral da Eritreia não tem melhorado, especialmente para os cristãos. Eles têm arriscado suas vidas para escapar, mesmo sabendo que podem ser presas fáceis para o Estado Islâmico e outros traficantes humanos. Aqueles que permanecem no país são consumidos nas famosas prisões eritreias sem acesso a saúde e visitas de familiares por décadas. Cristãos eritreus estão sofrendo em casa e o caminho para eles escaparem do regime imposto pela presidente Afewerki está infestado por grupos terroristas islâmicos que têm continuamente mostrado sua potência à comunidade internacional, cometendo várias atrocidades bárbaras. O último episódio é outro sinal que mostra que a vida de cristãos eritreus tem se tornado mais dura do que nunca. No mês de abril, o Estado Islâmico também sequestrou 79 cristãos eritreus e etíopes, dos quais foi mostrado pela mídia mundial o assassinato de 30 deles."

segunda-feira, 22 de junho de 2015

TRÁFICO HUMANO E IMPUNIDADE NA AMÉRICA LATINA


Um relatório enviado pela agência de notícias Insight Crime divulgado esse mês revelou que um grande número de pessoas é vítima de tráfico humano no chamado "Triângulo do Norte".


O Triângulo do Norte abrange os três países do norte da América Central: El Salvador, Guatemala e Honduras. Existe uma impunidade generalizada em relação ao tráfico humano, que muitas vezes envolve exploração sexual. Enquanto a maioria dos casos continua impune, as forças de segurança da América Central são incapazes de lidar com as sofisticadas organizações criminosas transnacionais.

Dennis, analista de perseguição da Portas Abertas, comentou o caso: "O impacto da corrupção organizada como fonte de perseguição é destacado na Colômbia e no México, ambos presentes na Classificação da Perseguição Religiosa 2015. No entanto, outros países da América Latina não podem ser esquecidos. De fato, uma dinâmica similar de perseguição está presente no Triângulo Norte da América Central. Um relatório de 2012 da Portas Abertas que explora a relação entre igrejas e o crime organizado na América Latina já revelava que a violência e a impunidade tendem a colocar frequentemente os cristãos em risco."

Fonte: Portas Abertas Internacional

quinta-feira, 18 de junho de 2015

RAMADÃ: QUAL A RELAÇÃO COM A IGREJA PERSEGUIDA?



Qual a situação dos cristãos enquanto por 30 dias 1,6 bilhão de muçulmanos jejuam do nascer ao por do sol em cerca de 50 países do mundo? Durante o Ramadã, os muçulmanos fazem jejum durante o dia para comemorar a revelação de uma série de mensagens do anjo Gabriel ao profeta Maomé, segundo a crença muçulmana. Dessas revelações, surgiu o Alcorão, o livro mais sagrado do islã.

Para os cristãos que vivem em países muçulmanos é necessário serem sempre cautelosos ao praticarem sua fé; e o cuidado deve ser ainda maior no período do Ramadã. Em Bangladesh, por exemplo, a maioria dos restaurantes não abre durante o dia, para acompanhar o jejum. É visto como ofensivo comer ou beber na frente de muçulmanos em jejum. Assim, os cristãos precisam comer em segredo.

Historicamente, essa data é usada como pretexto para atacar indivíduos e instituições cristãs em diversos países. "Precisamos ter mais cuidado quando realizamos atividades da igreja, especialmente seminários, treinamentos e outros programas.", disse um cristão.

Muitos enfrentam alta pressão social. Sirah* é uma cristã ex-muçulmana da Argélia. "Minha família coloca uma enorme pressão sobre mim durante o Ramadã. Eles sempre insistem para eu jejuar, embora eles saibam que eu me converti a Cristo. É como se eles se recusam a admitir que eu me tornei cristã."

Essa pressão não é exclusiva para os cristãos. Ateus e pessoas de outras religiões também enfrentam pressão dos clérigos islâmicos e das autoridades. Junto com milhões de cristãos ao redor do mundo, você pode orar pelos que vivem em países muçulmanos.

Apoie a Igreja Perseguida por meio de suas orações!

Peça a Deus pela proteção dos nossos irmãos e irmãs ao redor do mundo; principalmente por aqueles que abandonaram o islamismo.

Ore para que os cristãos tenham sabedoria e discernimento para se relacionar com os muçulmanos durante esse período; e que sejam um forte testemunho de Jesus naqueles países.

Clame para que o coração dos muçulmanos tenha fome de paz. Que através do Espírito Santo, evidente na Igreja Perseguida, eles percebam que essa fome só pode ser preenchida por um relacionamento pessoal com o Senhor.

*Nome alterado por motivos de segurança.

Fonte: Portas Abertas Brasil

segunda-feira, 15 de junho de 2015

COMUNIDADES CRISTÃS NO SUL DE CHADE NECESSITAM DA SUA ORAÇÃO


Chade é um país de maioria muçulmana. Embora haja liberdade religiosa e o presidente Idris Debby Itno alegue trazer uma maior liberdade religiosa para os cristãos, um grande número de cargos do governo, incluindo posições militares, são preenchidos por muçulmanos. Eles costumam usar essas posições para exercer pressão sobre os cristãos. Especialmente os cristãos nominais caem facilmente.

Pesquisadores relataram um aumento na influência islâmica radical e uma crescente presença de militantes do grupo extremista Boko Haram em Chade. Há também um aumento considerável de pressão sobre os cristãos de religiões tradicionais africanas.

Algumas das questões críticas que a igreja no Chade enfrenta são:

• Falta de preparo para enfrentar a perseguição e envolvimento com o islã e religiões tradicionais africanas.
• Carência de discipulado para crescimento na fé.
• Insuficiência de foco no crescimento econômico para cristãos carentes. Um pastor explicou:"Se nós, cristãos, não aplicarmos estratégias para mudar positivamente a nossa economia, ninguém dará atenção necessária para a nossa mensagem”.
• Dificuldade em encontrar líderes realmente compromissados na igreja.

Um exemplo de tudo isso pode ser observado na comunidade cristã de Bakaba em Yamoudo, uma subdivisão em Gore, na fronteira do Chade com República Centro-Africana. Fontes locais têm procurado a Portas Abertas que está na comunidade cristã, alegando que têm sido negativamente impactados pelas atividade radicais islâmicas na região. Desde o início da crise, em 2013, os radicais muçulmanos causarão danos aos cristãos da região.

Os atacantes armados intimidaram os cristãos, queimando suas igrejas e destruindo rebanhos de gado. Foi relatado que os muçulmanos ainda tentaram construir uma mesquita no lugar da igreja, mas os cristãos impediram que o plano desse certo.
Os cristãos dizem que perderam a esperança nas autoridades locais que parecem não fazer questão de protegê-los. Eles também se sentem abandonadas pela igreja em Chade, que se manteve em silêncio sobre os maus-tratos que os cristãos de Bakada passaram.

Um parceiro da Portas Abertas disse que seus esforços para levar ajuda aos cristãos têm sido sabotados por líderes muçulmanos locais, que convidaram um cristão sem muito conhecimento para outro lugar, onde ensinou-lhe parte do Alcorão e deu-lhe presentes.

A Portas Abertas está trabalhando com a igreja local para tratar essas questões.

Pedidos de oração:
• Ore para que Deus conceda força e resiliência para os cristãos de Bakaba e que o apoio de Portas Abertas seja bem recebido entre eles.
• Peça a Deus sabedoria aos líderes, que possam discipular os cristãos de maneira correta, e que novas estratégias sejam criadas para lidar com a igreja.
• Interceda também para que as autoridades locais abram os olhos para a injustiça que estão cometendo com os cristãos e comecem a agir de forma mais flexível.

Fonte: Portas Abertas Internacional


quinta-feira, 11 de junho de 2015

MUÇULMANOS ESTÃO TENDO VISÕES E SONHOS DE JESUS E SE CONVERTENDO AO CRISTIANISMO



Uma revista da Califórnia publicou recentemente os resultados de uma pesquisa com mais de 600 ex-muçulmanos, que agora seguem Jesus. “Embora os sonhos pareçam desempenhar um papel menor na conversão dos ocidentais, mais de um quarto dos entrevistados ex-muçulmanos enfaticamente confirmam que os sonhos e visões desempenharam um papel vital em sua conversão, e os ajudou em momentos difíceis”, o levantamento afirmou.

Outros têm encontrado o percentual mais elevado. Karel Sanders, um missionário na África do Sul, informou que entre Africanos muçulmanos, “42% dos novos crentes vem a Cristo através de visões, sonhos, aparições angelicais e ouvir a voz de Deus.” De acordo com o site “Sexta-Feira Dawn Fax”, que se concentra em relatórios missionários de língua árabe, moderadores explicam experiências sobrenaturais, tais como sonhos, visões e curas através da oração de Jesus. “Este é um tema quente em nossa região. Pessoas de todo o Oriente Médio nos chamam, dizendo como eles foram curados através da oração em nome de Jesus”, citam os missionários. “Ouvintes muçulmanos costumam nos falar sobre sonhos e visões de Jesus, querendo saber o que isso significa para eles.”

O mesmo é contado em “I Dared to call him Father (Me atrevi a chamá-lo de pai)”, um livro fascinante, escrito por uma rica mulher ex-muçulmana paquistanesa chamada Bilquis Sheikh, que veio a Cristo através de uma série de acontecimentos místicos – começando com a presença do mal, que ela sentia, e era ligado ao assassinato recente de um cristão perseguido.

“A estranha sensação espinhosa cresceu dentro de mim enquanto eu caminhava lentamente ao longo dos caminhos de cascalho do meu jardim”, ela escreveu em um livro que acaba de ser relançado. “Eu parei de andar e olhei em volta. Como eu me inclinei para agarrar as hastes verdes, algo passou por minha cabeça, eu me endireitei, atenta. Senti uma névoa… Um frio, úmido. Uma presença profana – tinha flutuado por mim. Claro que não havia nada lá fora. Estaria lá? Como que em resposta, eu senti uma presença, muito real e misteriosa e um toque em minha mão direita.”

Esta experiência levou a uma série de sonhos que – como tantos outros – culminou na conversão da mulher muçulmana. São tais sonhos mais recorrentes agora – com a situação do mundo como ele é? Ou será que eles sempre ocorreram?

Sabemos que os sonhos podem ser importantes. Nós lembramos de Abraão. Nós lembramos de José, o pai de Jesus.

Mas eles também são cruciais no nosso próprio tempo e, no caso da mulher rica, cujo marido tinha sido um general e ministro do Paquistão, eles formaram uma parte importante de sua conversão – se não o mais importante papel. Conforme ela explica neste livro bem escrito (que foi publicado pela primeira vez em 1978), ela havia sido criada na fé muçulmana, que acreditava que, embora Jesus tenha nascido de uma virgem, ele não era o Filho de Deus. Ainda assim, a mulher sentiu-se impulsionada para explorar a Bíblia – e é aí que tudo começou.

Em um sonho, relatou Sheikh, “eu me encontrei jantando com um homem que eu sabia ser Jesus. Ele veio me visitar na minha casa e ficou por dois dias. Ele sentou-se sobre a minha mesa e em paz e alegria jantamos juntos”.

“De repente, o sonho mudou. Agora eu estava no topo de uma montanha com outro homem, João Batista. Ele estava vestido com uma túnica e calçado com sandálias. Como foi que eu misteriosamente sabia seu nome, também? Eu encontrei-me contando a João Batista sobre as minhas visitas recentes com Jesus”. O sonho – peculiar – a levou à pergunta que todos que poderiam saber responder (porque até aquele momento, Sheikh ainda não havia chegado ao trecho em que João Batista aparece na história) em sua leitura da Bíblia.

Ela se tornou uma cristã. Então, temos milhares de outros. Os relatórios incluíram moradores em lugares como Marrocos. Ouvimos pela primeira vez sobre isso no início de 1990.

“Um seguidor de Jesus da Guiné fala sobre uma pessoa de branco que lhe apareceu em sonho, chamando-o de braços abertos”, afirma a publicação da Califórnia.”Esse tipo de sonho, no qual Cristo aparece como uma figura de branco, é um padrão freqüente na obra missionária entre os muçulmanos.”

Os exemplos são numerosos. Um muçulmano da Malásia viu seus pais falecidos como convertidos aos cristianismo em um sonho, comemorando no céu. Jesus, com uma túnica branca, lhe disse: “Se você quiser vir a mim, vem!” Ele o fez.

Outro convertido, este novamente a partir do Oriente Médio, disse que ele estava deitado na cama com uma dor de cabeça muito forte. A figura branca com uma aparência maravilhosa, pacífica, apareceu e colocou as mãos sobre sua cabeça três vezes, e na manhã seguinte a dor de cabeça que era incurável até então, ​​havia cessado.

Um homem do oeste da África viu um religioso muçulmano no inferno, e um pobre cristão, que não podia mesmo dar esmolas, no céu. A voz explicou que o ponto decisivo não foi a esmola, mas a fé em Jesus.

Enquanto isso, um trabalho missionário entre os Tausugs, das Filipinas, maior grupo muçulmano daquele país, relata que um número de muçulmanos fiéis “viu Jesus” em seus sonhos após o Ramadã (mês em que os muçulmanos praticam um ritual de jejum). Um homem sonhou com Jesus matando um dragão enorme em um duelo e no dia seguinte teve o mesmo sonho, o que o levou a conhecer o Evangelho.

Um membro do povoado Yakan, na Província Basilan sonhou que o Profeta Maomé não podia olhar para Jesus no olho. Quando ele disse seu primo, um cristão, do sonho, seu primo lhe disse que o sonho significava que Jesus é maior do que Maomé.

Há histórias de guerra espiritual. Há relatos da Turquia. Há histórias de curas milagrosas. Há histórias do Iraque. Uma equipe que pertencem aos “Atletas em Ação”, um movimento de atletas missionários, relatou a partir de sua visita às repúblicas da Ásia Central do Turcomenistão e Quirguistão, que “uma das experiências mais interessantes da viagem foi para ouvir um grande número de pessoas dizendo como eles tornaram-se cristãos”. Anteriormente, eles haviam sido ateus ou muçulmanos. Alguns nos contaram como Deus havia falado com eles em sonhos. Outros nos contaram como eles tinham tido dores de cabeça por dias depois de ouvir sobre Cristo. Logo que decidiram tornar-se cristãos, a dor de cabeça havia passado. Uma mulher nos disse que na noite em que ouviu falar de Jesus, nada aconteceu até que ela foi dormir. Enquanto ela dormia, ela teve um sonho terrível, no qual uma figura satânica disse a ela “Você nunca vai escapar de mim”, porém agora ela também se tornou uma cristã.

Existem inúmeros relatos de que muitos dos Berberes que vivem nas montanhas da Argélia estão vindo a Cristo através de sonhos e visões semelhantes, formando células e igrejas, em sua maioria subterrâneas. Ahmed Ait Ben Youcef, um berbere nativo que atualmente vive no exterior, disse que encontrou Cristo no caminho que parece típico para berberes islâmicos anteriormente: “nós berberes sempre acreditamos em Deus, mas muitos o procuram à sua própria maneira, sob a pressão dos árabes islâmicos. Jovens ansiavam pelo caminho certo para nossas vidas e oravam a Deus para orientação. Um dos meus amigos morreu em um acidente de trânsito. Na noite seguinte, sonhei que ele, um outro amigo, e eu nos dirigíamos a uma cidade brilhante, rodeada por uma parede branca. Nesse sonho, meu amigo nos disse que agora ele vivia lá”.

Um muçulmano egípcio estava lendo os Evangelhos, e de acordo com mais um relatório ele tinha acabado de chegar a Lucas, Capítulo 3, quando um vento forte varreu a sala e uma voz disse: “Eu sou Jesus Cristo, a quem você odeia. Eu sou o Senhor que você está procurando.” Ele decidiu seguir a Jesus naquele dia.

Os relatórios são difundidos de tal forma que sites inteiros são dedicados a tais histórias – embora muitas vezes tomem o cuidado de manter o anonimato. Uma fonte bem informada, que por razões óbvias permanece não identificada, relata que um ex-islâmico “Imam” ou líder espiritual levou 3.000 muçulmanos para Jesus, tendo ele chegado a Cristo através de sonhos, em que um homem branco dizia-lhe para estudar a Bíblia. O método desse homem é simples: em uma conversa, ele diz aos outros: “você já viu um homem branco em seus sonhos recentemente? Se eles não tiverem visto, ele lhes diz: eu só estava me perguntando. Obrigado. Se responderem positivamente, ele continua perguntando se eles estão interessados ​​em aprender quem este homem branco é. E quem não está interessado na identidade de uma pessoa misteriosa que aparece em seus sonhos? O ex-Imam, em seguida, mostra-lhes várias passagens da Bíblia em que um homem branco vestido é mencionado, explicando: “Isso é Jesus. Ele quer falar com você, porque Ele quer que você o siga”.
Muitos muçulmanos foram preparados para em caso de encontros sobrenaturais, e aceitarem o convite. Algum tempo atrás, Bill Bright, diretor do “Campus Crusade”, escreveu que “estavam vivenciando um fenômeno surpreendente. Muçulmanos em particular, estão tendo sonhos e visões confirmando a realidade de Cristo. Depois de um programa de rádio informaram que Jesus havia aparecido para muitos muçulmanos em um sonho e havia dito a eles: ‘Eu sou o caminho’. A estação de rádio recebu milhares de cartas de muçulmanos no norte da África e do Oriente Médio, em que os ouvintes disseram que de repente tinham entendido sonhos anteriores. Eles, então, queriam mais informações sobre Jesus”.

quarta-feira, 10 de junho de 2015

MULHERES E MENINAS SÃO CONSTANTES VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA SEXUAL COMETIDOS PELO ESTADO ISLÂMICO



Segundo o jornal americano The Christian Post de 26 de maio, militantes do Estado Islâmico (EI) alegaram ter queimado viva uma mulher de 20 anos de idade porque ela se recusou a realizar o que um funcionário das Nações Unidas considerava um "ato sexual extremo". O mesmo oficial também divulgou que o EI está forçando algumas escravas sexuais para serem prostitutas. Como o jornal já havia relatado anteriormente, Zainab Bangura, representante especial da ONU dos crimes sexuais na guerra, conduziu entrevistas com vítimas deslocadas do EI no Iraque e na Síria. Ele forneceu detalhes chocantes dos horrores que as mulheres e as crianças enfrentam nas mãos de operações de tráfico. De acordo com Bangura, eles cometem forte violência sexual.

Frans, diretor de estudo de perseguição da Portas Abertas, comenta como é incrível o que faz o EI com mulheres e meninas. Adeptos do EI parecem ter uma total falta de empatia para com mulheres e meninas. "Essa é a maior consequência dos três importantes princípios do islã que encontraram seus extremos em grupos como o Estado Islâmico." Iraque e Síria ocupam as 3ª e 4ª posições na Classificação da Perseguição Religiosa 2015, respectivamente.

O primeiro princípio é o fato de Muhammad ter permitido que os homens muçulmanos tenham relações sexuais com suas escravas, como ele fez a si mesmo. Outro princípio é o medo islâmico da sexualidade feminina, que muitas vezes, faz com que o comportamento dos homens muçulmanos em relação às mulheres e meninas muçulmanas seja severo.

Em um estudo encomendado pela Portas Abertas sobre a perseguição cristã em terras muçulmanas em junho de 2013, Lela relatou: "Sexualidade feminina é geralmente entendida como uma força poderosa e perigosa, uma ameaça predatória para a espiritualidade masculina e honra da família. Um elemento feminino exige supervisão rigorosa e, por causa de seu menor valor e estatuto jurídico, traz grave perigo para mulheres."

Um terceiro princípio é o conceito de Kafir, ou seja, um homem que não é mulçumano. Segundo o que Jacob escreveu em um relatório para a Portas Abertas em outubro de 2014, a palavra Kafir, em árabe, traduzida literalmente significa "infiel". Assim, sendo uma mulher ou uma menina, "um Kafir" faz com que as mulheres e meninas de minorias religiosas (ou outras vertentes do islã) estejam extremamente vulneráveis ​​aos grupos islâmicos radicais. Mulheres e meninas cristãs, sem dúvida, têm sido parte das vítimas do Estado Islâmico".

Pedido de oração
Ore pelas meninas e mulheres que estão enfrentando situações de risco, com suas vidas ameaçadas e sendo, constantemente, violentadas por integrantes do Estado Islâmico.

 Fonte: Portas Abertas Internacional

terça-feira, 2 de junho de 2015

CRISTÃOS TÊM DE ESCOLHER JESUS OU SUA FAMÍLIA NA ARGÉLIA

A rejeição de familiares e amigos é o que a maioria dos novos convertidos à Jesus Cristo no Norte de África enfrentam. Hassina*, uma jovem mulher na Argélia, compartilhou sua história.



Hassina e seu marido Djamel* descobriram a mensagem do evangelho por meio de um canal cristão da televisão árabe. "Os programas que eles transmitem me deram uma visão diferente sobre Deus e sobre o significado da vida", disse ela.

Seu marido ficou interessado no programa e entrou em contato com eles por meio de um telefone que apareceu no final. Por causa disso, eles foram visitados por um líder de uma igreja local que os respondeu perguntas sobre Deus, sobre a fé e sobre a salvação cristã. "Eu imediatamente orei expressando a minha fé em Jesus e meu desejo em segui-lo. Quando fiz isso, senti como se Deus tivesse me salvado de um poço profundo e experimentei profunda paz em meu coração", disse Hassina muito emocional.

Mas, sua conversão causou problemas em sua família. Quando ela os visitou e contou sobre sua conversão, seus pais ficaram furiosos e deram a ela uma escolha: Jesus ou sua família. A escolha foi difícil. "Eu não podia negar a Cristo. E, quando dei esta resposta, meu pai me mandou sair de casa."


Motivos de oração

- Os novos cristãos do Norte da África enfrentam consequências difíceis ao seguirem a Cristo. Ore pelos cristãos, como Hassina, que são forçados a fazer escolhas difíceis.

- Agradeça a Deus pelos programas cristãos que são transmitidos na região.
Ore por sabedoria de Deus para os cristãos que recebem perguntas dos muçulmanos sobre o evangelho.

*Nomes alterados por motivos de segurança. 
Fonte: Portas Abertas Internacional

sexta-feira, 29 de maio de 2015

NEPAL ADOTA MEDIDAS PARA PROTEGER CRIANÇAS DE TRÁFICO HUMANO


O Nepal proibiu nesta terça-feira (26) que crianças viajem sem os pais ou tutores legais, em uma iniciativa sem precedentes para combater os traficantes de seres humanos. As autoridades temem que eles estejam de olho em famílias vulneráveis após o devastador terremoto do mês passado.
Centenas de milhares de famílias perderam suas casas no Nepal, após dois grandes terremotos atingirem o país, em 25 de abril e 12 de maio, matando mais de 8.600 pessoas. Grupos de defesa dos direitos humanos acreditam que traficantes de pessoas estão se aproveitando do caos.
Portanto, crianças menores de 16 anos não serão autorizadas a viajar para fora do distrito onde residem sem a companhia de um dos pais ou outro adulto aprovado pelo Conselho de Bem-Estar Infantil local, segundo um alto funcionário.
As medidas cautelares foram decretadas uma semana depois de dezenas de crianças, de áreas atingidas pelo terremoto, terem sido encontradas a viajar com estranhos em circunstâncias suspeitas, segundo autoridades. A polícia prendeu dois adultos indianos e três nepaleses que estavam com 11 crianças, entre 10 e 12 anos, no trajeto de Dolakha para Katmandu, sem os documentos necessários.

terça-feira, 12 de maio de 2015

NOVO TERREMOTO NO NEPAL PROVOCA PÂNICO E DEIXA MORTOS


Segundo a rede CNN, 29 pessoas morreram no tremor - que teve epicentro 68 km a oeste da cidade de Namche Bazaar, perto do Monte Everest e da fronteira com o Tibet, segundo o Serviço Geológico dos EUA. O terremoto pôde ser sentido no norte da Índia e em Bangladesh.

Nas cidades indianas fronteiriças com o Nepal morreram cinco pessoas -uma em Uttar Pradesh e quatro em Bihar, de acordo com autoridades, e a mídia chinesa relatou uma pessoa morta no Tibet após deslizamento de rochas sobre um carro.

Prédios tremeram em Nova Délhi, fazendo com que funcionários de escritórios corressem para as ruas. Moradores da cidade indiana de Siliguri, perto da fronteira como Nepal, disseram que pedaços de concreto caíram de um ou dois prédios.

A OIM, um grupo intergovernamental, mobilizou equipe para Chautara após o devastador terremoto de 25 de abril. Chautara é capital do distrito de Sindhupalchowk, que sofreu o mais pesado número de mortos no terremoto de magnitude 7,8 do mês passado.

O país ainda não se recuperou do potente sismo de abril. O forte tremor matou mais de 8 mil pessoas, deixou mais de 17.800 feridos e destruiu milhares de imóveis e monumentos. A destruição foi tamanha que o Nepal ainda continua contando mortos e buscando por desaparecidos.

O terremoto desta terça sacudiu o acampamento base para o Everest. Foi registrado a 68 km a oeste da cidade de Namche Bazar, perto do Monte Everest. Ondas de choque foram sentidas em todo o norte da Índia e em Bangladesh.
Fonte: G1

sexta-feira, 1 de maio de 2015

CINCO MIL BÚFALOS SÃO SACRIFICADOS DURANTE FESTIVAL RELIGIOSO NO NEPAL

A reportagem abaixo foi publicada no g1.com em 28/11/2014, conforme o link abaixo:




"Um festival hindu em que se realiza o ritual de sacrifício de animais começou nesta sexta-feira (28) no sul do Nepal, onde os devotos creem que a ação trará boa sorte e que uma deusa hindu atenderá aos seus desejos. O festival, que dura dois dias, é chamado “Gadhimai Mela" e realizado no distrito de Bara.

Antes do amanhecer, um sacerdote sacrificou cinco animais - um rato, uma galinha, uma pomba, uma cabra e um porco -, e deixou cair cinco gotas de seu próprio sangue em um campo fora do templo de Gadhimai.

Durante o dia, hindus sacrificaram mais de 5 mil búfalos. Até o final do festival, outros animais ainda serão sacrificados.

Os organizadores e as autoridades locais defendem o festival que se celebra a cada cinco anos como uma tradição de várias gerações, apesar de os ativistas de direitos dos animais o denunciarem como um ato de barbárie.


Durante o festival de 2009, cerca de 200 mil animais foram sacrificados. A maioria dos participantes são da vizinha Índia."

terça-feira, 28 de abril de 2015

ORGANIZAÇÕES CRISTÃS SOCORREM O NEPAL. SAIBA COMO AJUDAR

O Nepal, um dos países mais vulneráveis para tremores de terra, já registra mais de 2 mil mortos depois que um terremoto de magnitude 7,8 na escala de Richter abalou a região no entorno da capital, Katmandu, neste sábado (25). Índia, China e Bangladesh também contabilizam mortes por causa da tragédia. É o mais forte terremoto no Nepal nos últimos 80 anos.



Organizações cristãs estão se mobilizando para socorrer as vítimas. A Visão Mundial quer atender, nesta fase inicial, cerca de 50.000 pessoas, satisfazendo as suas necessidades imediatas, incluindo fornecimento de kits de primeiros socorros, colchões, cobertores e enlatados; abrigo temporário e proteção para crianças. A ONG também já criou três espaços “Amigo da Criança” para que as elas tenham um espaço seguro para brincar após o trauma do terremoto. Segundo o UNICEF, quase um milhão de crianças precisam de ajuda humanitária urgente no país. A Visão Mundial está em plena campanha nas redes sociais com a hashtag #pelascriançasdonepal

A Rede SOS Global mobiliza voluntários e doações com o objetivo de enviar equipes de socorro emergencial ao Nepal. A Rede se organiza junto com outras organizações, como a Sustainable Communities Worldwide, que coordena operações com seis equipes socorristas de todo o mundo prontos para entrar no Nepal imediatamente. Essas equipes trabalharão para prover socorro médico, atender as necessidades mais urgentes, reestabelecer comunicação, transporte e logística necessárias para levar o socorro a áreas que ainda não receberam ajuda.

A Tearfund, outra organização cristã focada no socorro a vítimas de desastres naturais, também já publicou em seu site o link para doações. É possível efetuar a doação financeira por meio de cartão de crédito. [saiba, no final, como doar].

Relatos sobre a situação do Nepal
Estradas interditadas, sobreviventes em barracas, edifícios antigos destruídos, poucas lojas abertas e acesso limitado a suprimentos. A situação é grave, e pode piorar, mas ainda há espaço para solidariedade. “Houve um verdadeiro sentimento de comunidade, as pessoas estão cozinhando umas para as outras. Mas as fontes de suprimento estão se esgotando. Não estamos na fase de pânico ainda, mas está começando a ficar preocupante”, disse o diretor de Operações da Visão Mundial no Nepal, Phillip Ewert.

“A situação está horrível neste momento na capital Katmandu. Há uma série de tremores secundários, mas realmente fortes. Os tremores são assustadores quando você sabe que os edifícios já estão enfraquecidos”, relatou Steve Collins, diretor nacional da Tearfund no Nepal.

Uma turma de alunos do Centro de Treinamento Ministerial Diante do Trono (CTMDT), da a Igreja Batista da Lagoinha em Belo Horizonte (MG), está no Nepal. Eles precisaram que doar todo o dinheiro que tinham para comprar bananas para a população desabrigada.
“Apesar de estarem em uma região altamente propensa a terremotos, muitas vilas e cidades no Nepal simplesmente não estão preparadas para terremotos dessa magnitude”, disse um dos funcionários da Visão Mundial com base no Nepal Matt Darvas.

"Vilas nas áreas afetadas perto do epicentro estão literalmente empoleiradas nas laterais de grandes faces da montanha e são feitas de construção simples em pedra. Muitas destas aldeias são acessíveis apenas por veículo de tração, depois seguindo o percurso a pé, com algumas horas até as primeiras aldeias e levando até dias inteiros de caminhada a partir das estradas principais, quando o clima está bom. Algumas das vilas mais remotas serão acessadas apenas por helicópteros”, disse Darvas. “A entrega de assistência médica também será um desafio. Os postos de saúde são muitas vezes rudimentares nos distritos das aldeias com serviços limitados, e nem sequer são sempre compostas por um médico registrado. Algumas aldeias conseguem acessar os postos de saúde das aldeias circundantes. Se esses postos estiverem afetados também, é possível que aldeias inteiras estejam sem assistência médica neste momento”.

Faça sua doação
Confira a seguir os dados bancários destinados a receber suas doações:

- Visão Mundial
Banco: Banco do Brasil
Agência: 3392-8
Conta-corrente: 98.000-5
CNPJ: 18.732.628/0001-47

- Rede SOS Global (Associação Missão Esperança AME)
Doações em dinheiro serão destinadas ao envio da equipe médica, bem como para a compra dos itens necessários para a sobrevivência das vítimas.
Banco: Bradesco
Agência: 2036-2
Conta-corrente: 28.738-5 (final: 0,11 centavos)
CNPJ 05.066.986/0001-16
O valor da passagem até Kathmandu é aproximadamente US$1.500 para quem vão do Brasil e US$530 para quem já está no Sudeste Asiático.

- Tearfund
Para doações usando o cartão de crédito, acesse este link.

- Missão Nepal (CTMDT)
Banco: Banco do Brasil
(Edgar Gonçalves Garcia)
Agência: 8121-3
Conta-corrente: 40.604-x
Banco: Bradesco
(Edgar Gonçalves Garcia)
Agência: 0522-3
Conta-corrente: 100428-87
CPF: 887.413.702-87
E-mail: garcia_edgard@hotmail.com

Ore pelo Nepal
Algumas igrejas brasileiras já começaram a orar pelo Nepal. A Igreja Metodista da Asa Sul de Brasília (DF), a Comunidade da Graça de São Paulo (SP) e a Igreja Presbiteriana de Viçosa (MG) são algumas das que realizaram momentos de intercessão em seus cultos neste domingo. Participe também da mobilização de oração. Ore pelos motivos a seguir:

Consolo de Deus às milhares de famílias enlutadas;
Conforto e cura de Deus aos feridos;
Socorro aos feridos que necessitam de atendimento médico urgente, inclusive, aqueles ainda presos em edifícios destruídos;
Proteção às crianças que estão em vulnerabilidade extrema neste momento;
Proteção dos que estão trabalhando no resgate, devido aos constantes tremores;
Por voluntários médicos;
Pelo levantamento de recursos destinados ao socorro. Que haja o “milagre da multiplicação”;
Pelo governo do Nepal. Que haja eficiência, honestidade e justiça no uso dos recursos públicos.
 Fonte: ultimato.com.br

segunda-feira, 27 de abril de 2015

COMO VIVEM OS CRISTÃOS NA ETIÓPIA?

Recentemente, mais de 30 cristãos etíopes foram mortos pelo Estado Islâmico na Líbia. 22º país mais opressor aos cristãos, a perseguição na Etiópia se origina de diversas fontes: religiosa, política, tribal e comunitária. Nesse contexto, é muito importante fornecer formação educacional e profissional a esses irmãos, oprimidos pela intolerância.




Ao contrário da Nigéria, que tem apenas cem anos de formação como país, a Etiópia é uma das nações mais antigas do mundo. Os historiadores apontam seu início com Cuxe, neto de Noé (Gn 10.6).

O cristianismo tem raízes profundas na história da Etiópia, lançadas principalmente pela Igreja Ortodoxa Etíope. Hoje, essa igreja está bastante ligada ao Estado, o que gera interesses políticos no dia a dia dela. Por outro lado, os protestantes, que chegaram ao país há apenas duzentos anos, são independentes do governo. Por isso, são vistos com reservas. Muitos ortodoxos, e também muçulmanos, têm se convertido e se juntado à Igreja protestante, gerando ódio e perseguição por parte das autoridades do governo, da Igreja Ortodoxa e das famílias islâmicas.

Foi nesse contexto que Pedro*, um supervisor de projetos da Portas Abertas, encontrou um projeto de geração de renda bastante especial. Trata-se de um pequeno sítio produtor de laticínios que também produz carne suína. O objetivo do projeto é fornecer a evangelistas locais uma fonte de renda, a fim de não dependerem de doações para realizar seu ministério de pregar a Palavra. Eles trabalham meio período e no restante do tempo atuam como evangelistas. Além deles, há outros funcionários cristãos que retiram do sítio o seu sustento.

“Fiquei impressionado com o fato de o projeto ter sido idealizado por um pastor da cidade. Ele mesmo desenhou o conceito do sítio, a forma como funcionaria, e apresentou o esboço para um colaborador da Portas Abertas, a fim de obter investimento para sua ideia. O projeto foi aprovado”, conta Pedro. O supervisor também ficou admirado com a maneira que o trabalho no sítio é conduzido.

“Eles têm um controle preciso da vida dos animais. Registram dados da chegada do animal, as condições dele, sua produção e vida útil.” O trabalho é feito com tanto profissionalismo que se tornou modelo para projetos similares na Etiópia.

O produto do sítio é vendido nos mercados da cidade e desfruta de boa credibilidade junto à população.

*Nome alterado por motivos de segurança.
 Fonte: Revista Portas Abertas

quarta-feira, 22 de abril de 2015


5º SEMINÁRIO DE BATALHA ESPIRITUAL
IGREJA BATISTA PORTAS DE SIÃO

FAÇA JÁ SUA INSCRIÇÃO!!!


Programação do evento:
Sexta - 24.04.2015
19:30hs - Louvor: Mario Junior (Igreja Batista Principe da Paz)
20:10hs - Preletor: Pr. Rogério Moreira - Tema: Oração e Intercessão

Sábado -  25.04.2015
08:30hs - Louvor: Ministério de louvor da Igreja Batista Anel de Selar
09:10hs - Preletor: Pr. Hebert Pedroso - Tema: Batalha Espiritual
12:00hs - Almoço
13:00hs - Louvor:  Libna Fialho
13:40hs - Preletor: Pr. Rogerinho - Tema: Cura Interior
16:00hs - Preletora: Pra. Rita Carneiro - Tema: Adoração